domingo, 4 de outubro de 2009

Reflexos


Vagabunda

Como um vagabundo
Que vagueia
Pelas ruas da tristeza
Sem amor, sem segurança
Como uma cria
Que nasce sem valor
Como uma criança
Que vive
Em constante dor
Eu vivo no ardor
De um coração nobre
Que morre por viver.
by me

2 comentários:

MrsGrief disse...

bastante sutil e verdadeiro.

Nikita Carvalho disse...

Um coração que morre por viver. Potente esta!

Este aqui é mesmo forte!